Capa Revista

Mais um comentário de Chris Christian's na revista GUN WORLD sobre o CorrosionX for Guns:

Infelizmente, pistolas semi-automáticas calibre .22 parecem ser as armas mais difíceis de se manterem funionando confiavelmente. Isso se aplica também à rifles semi-automáticos. Há duas razões para isso, e não é devido à uma falha na arma.

A primeira razão é que os cartuchos longos (independente do fabricante ou do custo) são inerentemente sujos e de baixo valor. Eles desprendem uma grande quantidade de resíduo de chumbo e pólvora ao serem disparados.

A segunda é que os componentes do mecanismo semi-automático são pequenos e seu movimento é curto. Eles não dispoem de espaço suficiente onde resíduos possam se acumular, nem podem ser expulsos dele. Isso faz com que quando o acúmulo de resíduo se torna grande, a arma pode travar. Isso não é nada desejável, especialmente durante uma prova ou se você sonhava com o 1º lugar e estava com o alvo na mira em uma prova tipo "silhueta metálica".

Essas duas razões somadas rapidamente causam o travamento da arma caso você use um lubrificante inadequado. Renomados lubrificantes tem a tendência de reter a pólvora e resíduo de chumbo, que se acumulam rapidamente e fazem com que a arma trave após 50 ou 100 disparos. Outros lubrificantes, como Rem Oil ou Tetra Gun, não permitem que os resíduos da queima grudem firmemente; caso meu Ruger tenha sido apropriadamente limpa e lubrificada com esse produtos, posso contar que aproximadamente após 300 disparos, ele decidirá fazer uma pausa.

Acredito que encontrei um lubrificante melhors que esses. CorrosionX é um produto relativamente novo que emprega ingredientes de alta tecnologia. Estes ingredientes o fazem aderir ao metal, formando um escudo e resistindo muito bem ao uso.

Para testar o desempenho do CorrosionX, peguei meu Ruger Mark II, removi os acabamentos, apliquei um produto de limpeza para carburadores e depois apliquei o CorrosionX em todos os componentes. Depois peguei uma caixa de 500 cartuchos CCI Green Tag (uma munição excelente em competições, mas que utiliza um tipo de lubrificante que causa o acúmulo de resíduos em muitas semi-automáticas .22) e comecei a disparar. Engagei-me em meu programa de treinamento nas próximas 6 semanas (30 a 50 disparos por sessão, duas vezes por semana).

O único cuidado que tive com a arma nesse período foi: (1) passar um pano limpo na culatra após cada sessão de tiro, e (2) passar um pano seco no interior do cano a cada 100 disparos. Nenhuma lubrificação adicional, interna ou externa, foi feita no período de 6 semanas.

Após 10 anos utilizando essa arma em competições, descobri que o melhor lubrificante permitiria um funcionamento confiável por 400 a 500 disparos antes que algum problema causado por falta de lubrificação viesse ocorrer.

Acabei com a caixa de 500 cartuchos da Green Tag sem que nenhum problema fosse apresentado. Ao término dessa caixa a arma estava trabalhando suavemente; no próximo fim de semana eu participaria de uma prova, então, finalizei o teste, limpei e lubrifiquei a arma. Não sei quantos disparos mais poderia ter feito, mas depois de 500 tiros, seu funcionamento estava perfeito.

Obviamente, o CorrosionX não elimina o resíduo de dentro da arma. Ele é superior à qualquer outro lubrificante que já utilizei. Na verdade, estou impressionado com sua performance!

Adicionalmente, o CorrosionX faz maravilhas com a ferrugem que parecia crescer em minhas armas. O contato de minhas mãos causa ferrugem em qualquer metal que ela toque, e minhas armas exibem uma pequena camada de ferrugem na parte anterior e posterior da coronha. Durante a primeira limpeza da pistola Ruger Mark II, (em aço azulado), o CorrosionX removeu a ferrugem da coronha. E, apesar do fato de eu não ter mais aplicado nenhum lubrificante durante o período de teste a ferrugem não retornou, mesmo sob o clima úmido da Florida, onde eu moro. O CorrosionX a anulou e a deteve em minhas outras armas também. Este é, sem dúvida, o melhor protetor para metais que já utilizei!